FITOSSANIDADE

Foco: Desenvolver e/ou aprimorar estratégias para o manejo e/ou controle das principais doenças dos citros

Principais Linhas de Pesquisa:
Doenças Bacterianas (HLB; CVC; Cancro Cítrico)
Doenças Virais (Leprose; Tristeza; Morte Súbita)
Doenças Fúngicas (Bolor azul; Bolor Verde; Podridão Azeda; Mancha preta; Mancha Marrom de Alternaria; Gomose)

Projetos em andamento:

Doenças virais:
– Leprose dos citros e seu vetor: aspectos moleculares e biológicos (Valdenice M. Novelli, AI-Fapesp – 2018/2020)
– Eficiência de inoculação do Citrus leprosis virus C por diferentes populações de Brevipalpus phoenicis (Acari:Tenuipalpidae) (Maria Andreia Nunes, Universal/CNPq, 2016/2017)
– Relações vírus/vetor e Variabilidade em populações de Brevipalpus (Valdenice M. Novelli, subprojeto – Temático/Fapesp – 2014/2019)
– Avaliação da interação vírus da leprose dos citros e diferentes espécies de Brevipalpus spp. (Letícia Maria Ferreira, IC-Fapesp – 2017/2018)

Doenças bacterianas:
– Xylella fastidiosa infecting Olive oil trees in Brazil: knowing the players (bacteria and the vectors) for the sustainable management. (Helvécio Della Coletta Filho, Fapesp, 2016/2018)
– Entendendo a biologia das fitobactérias de citros transmitidas por vetores, Xylella fastidiosa e Candidatus Liberibacter spp, como ferramenta para manejo de suas respectivas doenças, CVC e HLB (Helvécio Della Coletta Filho, apoio CNPq, 2013/2018)
– N-acetilcisteína em plantas cítricas infectadas por Candidatus Liberibacter asiaticus: possíveis efeitos no patógeno e no hospedeiro. (Henrique A. S. Bergamo, MS-Fapesp, 2016/2018)
– Avaliação do efeito priming do grupo químico strobiruline em plantas cítricas com HLB. (Rena Pavani, IC-Fundag, vigência 2017/2018)

Doenças Fúngicas:
– Métodos alternativos para controle de patógenos de pós-colheita de citros (Katia Cristina Kupper)
– Microrganismos Como Promotores De Crescimento De Porta-Enxertos De Citros E Agentes De Controle De Patógenos Do Solo. (Katia Cristina Kupper)
– Produção De Toxina Killer Por Leveduras Como Mecanismo De Ação Contra Patógenos De Pós-Colheita. (Katia Cristina Kupper)

Projetos de alunos PG e IC:
– Purificação e caracterização da toxina killer produzida por Sporobolomyces koalae para controle de patógenos de pós-colheita de citros (Luriany Pompeo Ferraz, DR – CAPES)
– Caracterização da toxina killer produzida por Aureobasidium pullulans contra Geotrichum citri-aurantii. (Flávia Lino Pollettini, MS – Bolsista CAPES)
– Avaliação de efeitos tóxicos in vitro e in vivo induzidos por Sporobolomyces koalae. (Deborah Maria de Paula Estevam, MS – Bolsista CAPES)
– Influência de fungos micorrízicos arbusculares como promotores de crescimento de porta-enxerto de citros. (Priscila Batista Miranda, MS – Bolsista CAPES)
– Controle Biológico da Mancha Marrom de Alternaria por Bacillus spp. (Ariane do Carmo Souza, MS – Bolsista CAPES)

Equipe:

Valdenice M. Novelli (coordenadora)
Helvécio Della Coletta Filho
Kátia Cristina Kupper
Sérgio Alves de Carvalho
Alessandra Alves de Souza
Marcos Antonio Machado
Maria Andréia Nunes (PD)
Diogo Galdeano Manzano (PD)
Silvia de Oliveira Dorta (DR)
Gabriela Dias Arena (DR)
Henrique A. S. Bergamo (MS)
Thais Elise Sinico (MS)

Colaboradores externos:
Simone Cristina Picchi (CiaCamp)
Elliot Watanabe Kitajima (Esalq-USP)
Juliana Freitas-Astua (Embrapa)
Denise Navia (Embrapa)
Jeferson L. Mineiro (IB-Campinas)
João Spotti Lopes (Esalq-USP)

 

Comentários